terça-feira, 19 de outubro de 2010

Semana do dia 07 a 13 de setembro

Semana do dia 07 setembro a 13 de setembro

Naquela semana depois do feriado nós nos falamos por telefone, onde ela me contou do passeio, e na sexta-feira dia 11 ela me ligou para dizer que tinha saído com o Adriano, aquele que ela estava paquerando... mas acho que o encontro não foi muito bom, aconteceram algumas coisas que ela não gostou muito.
No sábado uma prima nossa dormiu na casa dos meus pais, no quarto da Francine. A minha prima não saiu, mas a Fran saiu e voltou de madrugada. Contou para a nossa prima onde tinha ido. Encontrou o Cara do Restaurante. Eles ficaram, conversaram, a minha irmã o elogiou , disse que ele queria ficar com ela e não ia mais deixar ela usar droga (até parece, ele também é um dependente químico). A minha prima disse que ela chegou bem em casa, que viu que ela não tinha usado droga. Mas ela estava muito encantada com o cara novamente, só falando dele, e a prima foi dar conselhos, mas a Francine não gostou.
Essa história de reencontrar o tal cara a Francine não nos contou, porque sabia que seríamos contra.
No domingo teve festinha de aniversário da minha filha e a Fran queria ficar me contando de um porre que ela tomou, não sei se foi na quinta-feira anterior. Fiquei muito triste porque ela estava toda empolgada contando do porre, bem adolescente, quando a gente começa a sair e beber. Mas poxa, ela tinha 26 anos e estava em tratamento. Achei aquilo totalmente sem nexo e comecei a me preocupar muito com a situação de ela estar bebendo. Mas fiquei quieta, porque quando eu tentava entrar no assunto ela sempre me dizia que o médico tinha deixado ela beber.

Abraços
Isabela

5 comentários:

  1. nossa, esse cara de novo! achei q ela não tinha mais ficado com ele!acredito que tenha sido nesta semana a recaída, ou estou errada?
    abraços
    Gisele

    ResponderExcluir
  2. Oi. Parabens pelo blog mais uma vez.
    Ja repassei para todas minhas amigas.
    Viu, a Fran chegou a retornar ao médico depois dele ter liberado a bebida para ela? Será que ele nao percebeu que ela estava exagerando?
    Dificil que alguem especialista nesse assunto nao tenha ao menos determinado a quantidade de alcool para ela. Acho que para liberar deveria ter sido aos poucos. Pode beber, mas umas 2 latinhas de cerveja, ou uma taça de vinho. E assim vai...

    ResponderExcluir
  3. Sim, ela encontrou novamente com o cara. A recaída aconteceu menos de duas semanas após eles terem voltado a se encontrar. Não sei quantas vezes eles se viram, mas alguma coisa aconteceu...
    Quanto ao médico, ela teve consulta após a liberação da bebida. E quanto a deixar ela beber, um dependente químico não deve beber nada alcóolico, nem uma taça de vinho, nem uma cerveja, não deve liberar aos poucos. Isso pode acontecer depois de muito tempo de tratamento.


    Beijos
    Isabela

    ResponderExcluir
  4. Depois do feriado de 7 setembro acho q a Fran ficou um pouco brava comigo pq brigamos no feriado como a Isabela contou no último post.
    Lembrando q o feriado foi exatamente um mês antes do falecimento dela.

    ela me contou desse encontro com o cara do restaurante, falou q conversaram um monte q ele foi muito legal, q apoio um monte ela, q estava feliz por ela!!! mas não ficaram.

    eu não sei pq mais a Fran gostava muito dele, qdo estava na clinica ligou p/ ele, entregou uma carta qdo saiu da clínica como a Isabela jah contou. Ela achava q tinha controle absoluto da situação, tanto q nem quis se afastar dessas amizades... tbm fazia questçao de encontrar outra duas amigas q usavam com ela!!!

    Carol Souza

    ResponderExcluir
  5. Não tenho dúvidas, o adriano e o cara do restaurante são a mesma pessoa e como ela nao podia falar do cara pra vc, mudou o nome dele
    Pense... vc ja viu fotos dele??

    ResponderExcluir