sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Primeiro dia

Escrito por Francine:

• PRIMEIRO DIA 15 DE JUNHO SEGUNDA -FEIRA

Vou iniciar falando apenas das minhas primeiras horas na clínica, pois acabei de tomar 3 medicações e já estou caindo de sono.
Meus pais me trouxeram no dia 15 de junho as 16:30. As 17 horas fui com consultar sozinha com o D.r João. Perguntas básicas sobre o uso de drogas, álcool e tabagismo. Contei algumas situações, bem curta e grossa no sentido bom da frase, até mesmo porque ele já está acostumado com essas situações. A avaliação é feita através de perguntas ao paciente, modo de agir, responder, falar e se portar. Anamnese total igual faço aos donos dos meus pacientes. Através disso ele chegou a conclusão que o meu caso é um pouco críitico e que o período inicial de internação seriam 30 dias. Meus pais entraram no consultório a pedido do medico. Ele explicou sobre minha doença e como enfrentaríamos tal situação. Não foi fácil.....aquele nó na garganta foi aumentando pois sabia que a consulta estava no final e o abraço de despedida aos meus pais iria ser muito doloroso. Bem, chegou a hora. Acertamos os últimos detalhes com a recepção. Não consegui olhar para o rosto do meu pai, apenas abracei-o tão forte como nunca tinha feito antes, e comecei a chorar. Logo senti ele chorar também, pela terceira vez na vida (enterro do pai dele, morte da nossa cachorrinha e hj). Não consegui falar nada a ele, mas o que estava engasgado era um pedido enorme de desculpas. E ele disse: você vai sair dessa filha.Sentia atrás de mim o choro da minha mãe. Estava com vergonha por causar tanta decepção. Abracei-a muito forte também. Quando se viraram para ir embora, pensei baixinho....eu amo vocês, vou sair dessa, juro que não quero mais causar decepção, mas me perdoem, meu pensamento ainda é de fissura, mas uma fissura de só de pensar, é vergonhosa.
Fui para o meu quarto e chorei, chorei, chorei. Fui para enfermagem fazer entrevista, mil perguntas, é difícil, mas me sentia à vontade e com certeza falei toda verdade, em nenhum momento menti para médicos e enfermeiros, o que estava passando é o que passei. Saí da entrevista e fui fumar um cigarro. Logo chegou um paciente para se apresentar: Fabiano. Primeira pergunta: porque você está aqui? Respondi. Fiz a mesma pergunta a ele: o mesmo motivo. Pronto!!!! Nos achamos.Começamos a contar historias e mais historias. Realmente, vida de drogas só muda de endereço. Logo veio outro se apresentar, o Júlio...que já fez 10 internaçoes. OOOOOOOOOOO Meu Deus, quis sair correndo! Tudo bem, muita calma. Estava muito frio e como o Fabiano é de Lages começamos a falar da Festa do Pinhão...fissura aumentando. Nossa, como eu queria um quentão e aquela vontade de só mais uma vez. A fissura estava grande, pois não havia tomado nenhuma medicação ainda. Chegou Ana para fumar conosco. Olhou pra mim e perguntou: qual seu nome? Você está aqui por quê? Nossa você é tão bonita quanto eu, eu estou aqui por causa da maconha, ecstasy e do LSD, então hoje faz 9 dias e eu estou fissuradissima, tudo que olho para o chão eu acho que pode ser erva, seu cabelo é enorme, lindo, deve ter uns 70 cm, quer vender? Eu tenho mega hair no meu, mas já caiu uma mecha. Nossa você trouxe Marlboro, posso pegar um? O meu é Carlton, mas o seu parece maior. É maior. Conversamos sobre situações de drogas. Mas por eu ser novata, eles falavam e me apoiavam. Sempre falando muito bem do local e que com os remédios eu iria ficar muito tranquila e dormir super bem. Fomos jantar. Foi servido macarrão com calabresa e salada. Aliás, uma janta muito gostosa. E eu estou comendo um boi, uma galinha, um porco.....a cada 10 minutos. Comecei a perceber que não iria sobreviver só com aquela comida. Depois do jantar, medicação, arrumação do quarto e capotei. Frio, muito frio. 4 cobertores de lã. Estou sem noção de horário pois estou sem relógio. Acordei de madrugada e devorei o frigobar: chocolate e 1 litro de iogurte de morango.

10 comentários:

  1. Parabéns pela iniciativa, Isabela. Parabéns por querer compartilhar com todos esses momentos vividos por ela.
    Ameniza um pouco as saudades que sentimos, e nos faz sentir um pouco mais perto da fran..
    Já li e reli várias vezes, pareço escutar a voz dela...
    Beijos
    Naaaani

    ResponderExcluir
  2. Isabela....

    nossa... eu tava super curiosa p ver esse diário.. ele me falou q um dia ia me mostrar e eu ia rir muito!!
    parece q estou ouvindo ela falaaaarrrrr

    Meuuuuuuu q saudaaaaadesssssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Nossa, estou aqui em Canoinhas no mesmo quarto em que recebi a notícia da partida da Fran...parace que o tempo nem passou e me vejo chorando a dor de todos. Fran, onde quer que vc esteja, sinto orgulho de vc pela sua força e vontade de melhorar. Mauro, Leila, Bela e Fábio, sinto orgulho de vcs por toda a força e coragem para enfrentar a situação e que ainda tem para manter a Fran sempre conosco...bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Bela!!! Parabéns novamente pela iniciativa. Lendo o primeiro dia de internação dela, me senti do lado dela, e fiquei muito surpreso em ler cada palavra e em saber como ela realmente escrevia bem...
    Bem, poderia escrever aqui lamentações, mas como vou me lamentar se o que mais tenho de recordação da Fran são lembranças de risadas e gargalhadas??? Por isso que prefiro guardar só pra mim o meu choro, porque a Fran continua sendo pra mim um enorme exemplo de ALEGRIA, apesar de tudo!!! =)

    Li a parte que ela comenta com os outros internos sobre a Festa do Pinhão! É óbvio que eu fui pra festa do pinhão com a Fran. Fomos numa excurssão muito sem noção, a maioria eram meus amigos que como sempre se tornam amigos dos meus primos! A Fran foi logo aceita por todos, claro. Fomos tomando cerveja, parando pra fazer xixi, e quando chegamos na festa do pinhão, logo me perdi de todo mundo e acabei ficando com a Fran a noite toda... Durante a festa, dançamos muito, andamos para lá e para cá, e me perdi da Fran, fui encontrá-la só no busão de novo...No final, era para gente estar no ônibus às 5:30 da manhã. Eu cheguei em ponto. A Fran chegou ATRASADISSIMA, eram 6h da manhã. A maioria das pessoas já estavam dormindo no ônibus. A gente costumava fazer apostas de quem ficava com mais gente. Quando ela chegou, eu falei: "Fran, fiquei com 3 meninas!!!" e ela: "Só???? Ganhei então, fiquei com 4 meninos!!!" E do fundo do ônibus veio uma voz de outro menino: " 4 meninos??? Sua sem-vergonha!!!" Ao que ela escutou, se levantou e respondeu: "Fiquei com 4 meninos sim, e daí?? Venho pra festa do pinhão pra me divertir, pior tu, que veio pra festa, chegou com certeza muito cedo no ônibus e não deve ter pego nem um pinhão!!!" UHAUHAUHAUHAUHAUHAHUAUHAUHAUHAUHAHU
    O ônibus inteiro acordou, rimos muito, rimos demais!!!!

    Essa foi uma das muuuuuitas histórias hilárias que tenho pra contar com a Fran!!!

    Fran, te amO muito!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Bianca Deschamps, uma das primas,22 de fevereiro de 2010 14:20

    Oi Bela...
    Parabéns pela iniciativa. Acho que cada primo tem um momento engraçado com a Fran... ela só nos traz boas lembranças e vai ficar pra sempre guardada em nossos corações como a eterna Chiquinha, alegre, engraçada, doida, acima de tudo amiga pra todas as horas.
    Um beijo no seu coração + Alex (muito parceiro!) e toda sua famíla! Beijos da prima Bia... Qualquer hora vou postar um caso engraçado nosso....

    ResponderExcluir
  6. Oi ... Adorei o blog... Lendo tudo isso alcançei um conforto da falta que sinto dela.... Adorei a história da festa do pinhão... é como ela falasse!
    Vou toda semana num centro espírito no centro, e quando posso numa missa Católico Carismática que tem toda quinta-feira na agronômica, onde convidei a Fran pra ir diversas vezes comigo, pedi pra ela convidar os pais dela... mas o céu estava precisando mais dela do que nós e minhas palavras não tiveram força o suficiente p... saudades...
    Não deixem de ir, é muito bonita a missa...

    ResponderExcluir
  7. Poxa...
    Não tem como não chorar... mas lendo os comentários, tbm não tem como não rir né Goroooooo!
    Sem tristeza genteee! Só lembranças boas dessa minha amiga linda que deixou a maior saudade do mundo, que sempre esteve do meu lado apesar da dintancia e estava sempre disposta a rir, festar e inventar alguma frase nova pra família repetir!!! Fram e Goro né?! kkkkkkk
    - Tatiana né?!
    - Primo do Lalaco, o que mora lá na Laia...
    - Ruuuiiiiiiii
    - Uiii que nojoooo!
    - Fome de miojo com ketchup
    - Gordinho... ooo gordinhooo!
    - Mas tu é feio né?!!! Tão feio q parece que uma caminhão de manga te atropelou! E ainda deu a ré!
    - Tá, e daí?
    - O corpo é meu, a vida minha e eu faço o q eu quiser com ela?
    - E o tchauzinho de miss então???!

    Ahhh!!! Amo a Fram!!!
    Bjs bjs e vamos seguir o blog!
    =)

    ResponderExcluir
  8. ola bela !!como uma pessoa tao linda poderia se acabar assim pois podemos aprender que droga nao escolhe classes socias graças a DEUS eu determinei na minha vida hoje sou feliz pois DEUS REESTISTITUIU O MEU LAR me deu uma familia abençoada a fran nao se faz presente em nosso meio mais eu quero dizer pra voce bela.. numca desista dos seus sonhos se tem algo que voc acha que e impossivel para ti saiba que pra DEUS nada e impossivel se voce esta em busca dos seus objetivos e sonhos sabe qual e o segredo?
    conte somente para DEUS porque so ele sabe contemplar o seu coraçao!!! e faser voce ater força para alcansar os seus objetivos e sair mais que vencedora numca pense que estais so ou que nimguem te entede pois saiba que tem alguem que esta com tigo 24 horas e que te ama muito ele nao te deixa só!!!!!!!!
    fique com DEUS!!!!!!!! bjs

    quando pulder m responder!!!!
    o que levou a morte da fran???

    *katia costa*

    ResponderExcluir
  9. OLA!o blog tem uma iniciativa contra as drodas e mostra aos outro o que a droga faz em uma familia

    ResponderExcluir
  10. Oi Bela, estou iniciando a leitura no blog e apesar da história... estou adorando. Achei o blog um pouco sem querer estava vindo de um plantão, sou técnica de enfermagem, e na espera do ônibus as 7:30 da manhã no terminal de Florianópolis na volta pra casa achei o seu blog e agora me tornei leitora.
    Desejo sucesso e força para a sua família.
    bjs
    Adriana Forte

    ResponderExcluir