segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Quinto dia fora da clínica

Dia 15/07 - Quinto dia fora da clínica

Escrito por Francine:


Sempre ajudando nas tarefas de casa. A tarde fui no centro somente com a Carol (minha melhor amiga- confiança dos meus pais). Estava feliz, mas sentia um vazio.
Tive perda de peso em uma semana, mais ou menos 3 Kg.
Sentimentos de culpa. Ansiedade para dormir, inquietação.
As 20:00 hs tive aula de dança de salão. Foi maravilhoso, me senti útil e valorizada. Dei risada e não me dei conta que estava feliz. A dança terminou as 21:30 hs.
Ao chegar em casa, li os e-mails e descobri que a maior festa da família, que reúne todos os primos, vai ser no fim de semana do começo da minha pós. Fiquei muito estressada, irritada, falando que fizeram de propósito, que iria ser pior para mim não ir a festa. Dei gritos, coloquei meus irmãos como culpados.
Dormi muito eufórica.

Sobre a festa da família. Nós estávamos marcando um encontro com os primos, a famosa "Deschopada", que tem fotos no início do blog. Foi o maior rolo, porque desde quando a Francine saiu da clínica, ela só falava dessa festa, que tinha que ir. Mas é um dia onde todos bebem, e ela não podia beber. Ninguém na família sabia do problema dela, então, como explicar que ela iria na maior festa da família e não estaria bebendo? Nós brigamos muito por causa disso. Até  que a festa foi marcada para o fim de semana do início da pós dela. Achei que com isso ela iria sossegar. Mas que nada, ela ficou incomodando o mês inteiro por causa disso. No fim das contas nem teve a festa.

Beijos
Isabela

13 comentários:

  1. Nossa...complicado pra família isso! Ainda mais porque a familia inteira (parentes) não sabiam! Imagino o quão nervosa ela tenha ficado.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Isabela!

    Eu sou de Goiânia e, fiquei sabendo do blog no Orkut. Eu comecei a ler e não parei até terminar o último post.
    Já mostrei pra várias pessoas, passei o link e vou continuar divulgando.
    A sua iniciativa é nobre, pois, apesar de toda a dor e saudade que você sente, você está conseguindo salvar muitas pessoas. Não desista!!!!
    Assim, como muitas pessoas que estão acompanhando, sinto que ela faz parte da minha vida...É como se ela fosse minha amiga e, eu tivesse vivenciado toda essa angústia.
    A Fran (se me permite chamá-la dessa forma) não era desse mundo...Ela tinha uma missão. Veio e cumpriu. Ela deixou nas suas mãos a possibilidade reescrever o final da história.
    Faça isso Isabela: pela Fran, por seus pais, pela Clarinha, por milhares de famílias que foram devastadas pela drogas, pelos jovens, enfim, por nós!
    Fique com Deus!!!
    Marcelle

    PS: meu primo foi assassinado por causa das drogas. Se precisar de alguma coisa, qualquer coisa que possa ajudar aos outros, pode contar comigo).
    marcelle.valim@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. ela fala muito em ir ao centro, é centro da cidade ou centro espirita? fiquei na duvidas, um grande bjo

    ResponderExcluir
  4. Pq não teve a festa?

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. A festa nao aconteceu por outros motivos, nada a ver com a recuperaçao da Fran.. E agora, a Deschopada nunca mais vai ser a Deschopada... por mais q a gente faça festas, sempre dá aquele vazio.. Mas agora, estamos tentando tocar a vida, fazendo as nossas festas, e sempre q alguem fica triste pq se lembra da Fran, guarda pra si, faz uma oraçao ou mesmo dá um abraço nela igual eu e a Carol fizemos no chá de beber... Sabemos q ela sempre estara nos nossos coraçoes, mas a dor da ausencia é horrível...

    ResponderExcluir
  7. Eu aqui novamente, acompanhando a história da Fran. Realmente deve ter sido difícil para vocês e para ela essa questão da festa. Notamos que o tempo todo ela sente falta da bebida, nem tanto da droga.. mas da bebida e que vocês não podiam abrir mão.. Sabe, depois que eu conheci o Blogger todo dia apresento ele para alguém e todo dia em algum momento lembro da existência de vocês.. Como algumas pessoas já disseram é como se eu conhecesse vocês.. Imagino o quanto seja difícil para você reunir forças para publicar esse diário. Se quiser conversar, precisar desabafar ou algo assim.. me cadastra no msn: melhand24@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Sabe o q eu notei agora, q a Fran estava fazendo esse diário p/ um dia alguem desconhecido ler, ou publicar um livro, nota Isabela como ela explica tudo, tipo nesse dia ela escreveu: "Carol (minha melhor amiga- confiança dos meus pais)." , se fosse só um diário ela não precisaria explicar para ela mesmo quem era a Carol!!!

    Esse nosso passeio foi bom, ela se divertia com as atrapalhadas dela, fomos num prédio comercial q o elevador tinha gravações normais, como "sobe", "desce", o andar q estava e esse tbm falava " favor liberar a porta" mas o volume estava muito auto, qdo entramos o elevador falou : "favor liberar a porta" levamos um susto!!! ela riu muito e falou: "noooossaaa, se eu tivesse noiada já teria entrado em panico". noiada ela quis dizer a mania de perdeguição q ela tinha qdo usava droga achava q tinha gente vigiando e seguindo ela o tempo todo!!

    bjs
    Carol souza

    ResponderExcluir
  9. Olha Carol, analisando bem você tem toda razão, ela escreveu para alguém desconhecido ler... E "esse" alguém desconhecido, se multiplicou... Agora ela (escreveu) e a Isabela escrevem para milhares de pessoas...
    Engraçado: a Fran nos faz sentir pessoas da família, amigos... você foi privilegiada Carol, por ser a melhor amiga dessa pessoa tão especial.
    Conte mais sobre a Fran, fale das vontades, dos amores, dos sonhos...

    ResponderExcluir
  10. Isabela, ela fala que numa semana tinha perdido 3 kg... Por que essa perda de peso tão rápida?

    ResponderExcluir
  11. Oi,

    Ela perdeu peso rápido porque na clínica não fazia quase nada além de comer e dormir. Não fazia exercícios. Quando chegou em casa, começou a se movimentar mais, saía mais e também começou a cuidar um pouco da alimentação, já não tinha aquela compulsão de devorar tudo o que via pela frente. E ela sempre foi magra, nunca teve tendência para engordar, então rapidamente perdia peso.
    E com relação ao que a Carol disse, realmente, ela escreveu tudo para algum desconhecido ler. Porque muitas coisas ela escrevia com riqueza de detalhes, querendo explicar tudo.
    Ela também pensava na possibilidade de um livro
    Beijos
    Isabela

    ResponderExcluir
  12. Quando a Fran falou que não ia poder ir na Deschopada pensei: putz, imagine sem a Fran??? Não tem graça poxa...
    E agora não existe uma festa dos primos que a gente não tenha sentido a falta dela...
    Ah...
    Bjs

    ResponderExcluir